20/06/2017 08:59, postada por Gustavo Luiz Furuhata Ferreira

O PET-Informática e a Comunidade Acadêmica

O Programa de Educação Tutorial (PET) foi criado em 1979 por meio de uma iniciativa da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) e atualmente é mantido pelo Ministério da Educação e Cultura, sob responsabilidade administrativa da Secretaria de Educação Superior (SESu).

Basicamente, o PET consiste em grupos formados de 12 alunos bolsistas e alguns colaboradores que contam com a orientação de um professor tutor, visando propiciar condições para a realização de atividades extracurriculares que favoreçam e complementem a formação acadêmica de cada petiano e que colaborem para a melhoria do curso de graduação. Assim, cada integrante do grupo, além de ter um trabalho de pesquisa, se envolve em uma série de atividades que estejam embasadas na tríade acadêmica (Ensino, Pesquisa e Extensão), dando condições para uma formação de qualidade nas diversas áreas do conhecimento.

O grupo PET-Informática começou em 1991 e atualmente é composto por 10 bolsistas que são tutorados pelo Professor Doutor Daniel Kikuti. No PET-Informática são aceitos alunos dos cursos de Informática, Engenharia de Produção com ênfase em Software e Ciência da Computação. Ao longo de sua história, o grupo já teve, aproximadamente, 160 alunos e 6 tutores.

Para o ano de 2017, o grupo PET-Informática reformulou seu planejamento anual buscando uma renovação de algumas atividades desenvolvidas durante o decorrer dos anos. O planejamento busca abranger a tríade acadêmica e atingir os objetivos do programa por meio destas atividades. Espera-se que o grupo consiga atuar de forma mais incisiva na graduação, obtendo uma participação mais intensa por parte dos alunos nas atividades desenvolvidas pelo grupo.

Dado isso, após discussões realizadas internamente no grupo, foram concebidas três novas atividades voltadas à comunidade acadêmica, que são o "Apadrinhamento de Calouros", a "Semana da Computação" e o “Dia do PET”. Já as atividades abertas mantidas no planejamento foram a “Atividade Tutorial”, o “Curso de Extensão em Tecnologia”, a “Visita Técnica”, o “Curso de Extensão em Linguagem de Programação” e o “Ciclo de Seminários e Mostra de Pesquisas”.

O objetivo desta notícia é trazer uma breve descrição das atividades que estão sendo desenvolvidas pelo grupo PET-Informática e que envolvam a comunidade acadêmica, no sentido de promover uma maior divulgação das atividades que estão sendo realizadas pelo grupo bem como fomentar a participação dos acadêmicos nas mesmas.

O “Apadrinhamento de Calouros” visa orientar os calouros dos cursos de Informática, Ciência da Computação e Engenharia de Produção com ênfase em Software, de forma a auxiliar os estudos e a motivação dos calouros, tirando dúvidas em relação à Universidade, ao curso, aos programas e projetos de pesquisa e eventualmente, proporcionar uma ajuda em alguma disciplina na qual o calouro esteja com dificuldade.

A “Semana da Computação” terá sua primeira edição realizada em setembro de 2017, tendo alguns aspectos semelhantes à JOLIM (Jornada Linux de Maringá), além de concentrar em um único evento algumas atividades que eram desenvolvidas isoladamente. Este evento tem como objetivo trazer aos acadêmicos interessados, palestras e minicursos que buscam ampliar o conhecimento sobre a área de Computação e suas tecnologias, além de diversas atividades culturais e recreativas que visam uma maior integração entre os alunos do departamento e demais participantes.

O “Dia do PET” é uma atividade que consiste de uma roda de discussão informal com coffee break entre os acadêmicos e os integrantes do PET-Informática contando com a presença de pessoas envolvidas com o Departamento de Informática, na qual se aborda as atividades realizadas pelo grupo PET além de proporcionar esclarecimento de dúvidas que os acadêmicos possam ter sobre o Programa. Ela tem como objetivo aproximar os alunos da graduação do grupo PET.

Nos cursos voltados à tecnologia computacional, os alunos aprendem paradigmas de funcionamento das máquinas, mas em geral devem aprender ferramentas específicas por conta própria. Dessa forma, a proposta da “Atividade Tutorial” é de que os petianos compartilhem conhecimentos de ferramentas porventura desconhecidos de outros petianos, sendo seu objetivo o de disseminar conhecimentos relevantes a todos os petianos e interessados, outrora dominados apenas por parte do grupo.

O “Curso de Extensão em Tecnologia” e o “Curso de Extensão em Linguagem de Programação” ocorrem uma vez a cada semestre, sendo o primeiro focado em desenvolvimento WEB e o segundo em linguagem de programação. Os cursos são ministrados pelos próprios petianos e também por convidados e têm como objetivo complementar a formação técnica dos alunos de graduação além de melhorar a habilidade dos petianos e demais alunos de graduação na área de tecnologia e programação. No mês de junho de 2017, o PET Informática realizará o “Curso de capacitação em C com foco na maratona de programação”. Porém, já foram realizados diversos cursos de extensão ao longo dos anos, tais como de linguagem Java e HTML, CorelDraw, Photoshop, Framework MERN, entre outros.

 

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas sentadas e área interna

 Figura 1. Capacitação em Linguagem C realizada no ano de 2016.

 

WhatsApp Image 2017-01-21 at 09.12.39.jpeg

 Figura 2. Capacitação em Framework MERN realizada em 2017.

 

A “Visita Técnica” ocorre pelo menos uma vez ao ano e consiste em visitas a empresas de vários ramos de atividade, como forma de mostrar como os conceitos estudados durante a graduação são realmente aplicados na prática, sendo esta uma forma de contribuição para a formação do aluno. A visita técnica planejada para 2017 ocorrerá na Usina Hidrelétrica de Itaipu no mês de Agosto. Ao longo dos anos, o grupo PET-Informática já realizou visitas técnicas à Usina Santa Terezinha, Fábrica da Heineken, Cocamar, DB1 Global Software, CELEPAR, entre outras.

 

Figura 3. Visita Técnica realizada na DB1 Global Software no ano de 2016.

 

 Figura 4. Visita Técnica realizada na CELEPAR no ano de 2016.

 

No “Ciclo de Seminários e Mostra de Pesquisa”, os petianos realizam uma apresentação de seus projetos de pesquisa, explicando o que está sendo pesquisado, mostrando resultados e tirando eventuais dúvidas com vistas a difundir o conhecimento adquirido pelos mesmos por meio de suas pesquisas científicas e disseminar conhecimento extracurricular.

Se você se interessou pelas atividades desenvolvidas pelo PET-Informática e deseja participar de alguma delas, basta ficar atento ao mural do grupo PET presente no Bloco C56, à página do Facebook <https://pt-br.facebook.com/petInformaticauem> ou entrar no Site <http://www.din.uem.br/pet/> para ficar atualizado das atividades que estão ocorrendo no momento. Qualquer dúvida basta entrar em contato com o grupo via os endereços citados acima ou visitar a sala Sala 001 do Bloco C56.

 

Referências:

http://portal.mec.gov.br/sesu/arquivos/pdf/PET/pet_texto_iv.pdf